Resenha: A casa das Hostesses (Déborah Felipe)

Livro A Casa das Hostesses - Formato 14x21 Brochura

Livro: A casa das Hostesses ♥ Autora: Déborah Felipe ♥ Editora: PenDragon

Páginas: 158 ♥ Ano: 2016 ♥ Nota: 4,5/5

Sinopse: O que você faria se tudo o que planejou para a sua vida desmoronasse em um segundo?
Para onde iria quando seu coração é partido e nada mais parece verdadeiro?
Quem buscar quando você busca aconchego e conforto numa noite de tempestade?

As hostesses podem cuidar de você…

A Casa das Hostesses não se parece com um lugar que Souji frequentaria normalmente. A música é muito alta, as pessoas parecem menos inibidas, as luzes dançam muito rápido, as bebidas se parecem mais com poções mágicas… e as garotas… bom, ele não sabe ao certo como é que um trabalho como aquele funciona. Mas aquele lugar misterioso surgiu em seu caminho como se fosse um encontro marcado pelo Destino…

Takeshi Souji sempre conduziu sua vida sobre três pilares: seu trabalho na empresa Takeshi, que um dia será sua; seu noivado com Juury, sua namorada do colégio e seus amigos de infância. Porém, dois desses pilares desmoronam quando ele descobre que sua noiva tem um caso com seu pai, deixando-o completamente sem chão.

A Casa das Hostesses é um prédio de aparência antiga que germina como se fizesse parte do solo. Ninguém perceberia aquele lugar se não o estivesse procurando, e talvez isso faça parte de seu charme, como um lugar que sabe exatamente quem deseja conhecer a cada noite, como se fosse uma das hostesses que trabalha ali…

A todos que estão para conhecer esse novo mundo…

Sejam bem-vindos à Casa das Hostesses.

A casa das Hostesses é um lançamento da editora PenDragon, que me surpreendeu de forma muito positiva. Com uma escrita leve, a autora conseguiu construir uma história fluida que prende o leitor desde a primeira página.

Souji acaba de sofrer um baque que de uma hora para outra desmorona sua vida. Ele pegou em flagrante sua noiva e seu pai juntos. Para ajudá-lo a superar tal coisa, Yusuke, seu amigo de infância, o leva a uma boate, A casa das Hostesses. Lá, Souji irá conhecer Selina, uma bela hostess que o tranquiliza e o faz sentir-se bem, como há tempos não se sentia. Para ajudar Souji, seus outros amigos também passam a frequentar o lugar: Ryu, Akihito e Ryouji e também irão se afeiçoar às hostesses da boate. Diversas reviravoltas ocorrem ao longo da trama, e mesmo quando tudo parece fora do lugar, A casa das hostesses surge como um porto seguro.

O livro é narrado em terceira pessoa, o que permite uma visão amplificada da história. A narrativa da autora é ótima, e adjunto ao fato de ser um livro fino, a leitura de faz em pouquíssimo tempo. Uma coisa que me chamou muito a atenção foi o lugar em que se desenvolve o enredo: Tóquio. Gostei muito de observar os nomes característicos e um cenário diferente. Além da temática do livro, que é bem inovadora. Acredito que o único ponto que tenha me incomodado, tenha sido o desenrolar dos relacionamentos; acho que ocorreram de forma muito rápida, mas isso não fez com que eu gostasse menos dos casais. Na verdade, me apeguei a todos eles.

Poucas vezes isso aconteceu, mas consegui gostar de todos os personagens do livro, protagonistas e secundários. Selina é uma mulher forte que tenta superar um trauma amoroso de sua vida. Souji tenta a todo momento se reerguer e não se permitir ficar abatido. As personagens femininas, tanto as hostesses: Kelly, Marina e Marissa, quanto a irmã de Selina, Camila foram muito bem desenvolvidas,. assim como os amigos de infância de Souji. A construção dos antagonistas também foi maravilhosa e conseguiu me convencer.

Mais uma vez sou só elogios à editora PenDragon. O trabalho gráfico está muito bom, a começar pela capa maravilhosa, indo pela diagramação, muito boa, com ótimo espaçamento e tamanho de fontes, até todos os mínimos detalhes do livro. O livro deixou algumas pontas soltas e por isso não vejo a hora de poder ler a continuação. A casa das Hostesses é para quem procura uma leitura leve, com um bom romance e algumas reviravoltas, que te prendem do início ao fim.

“A noite anterior tinha acabado como uma cena de filme como um final de livro romântico deveria ser. Apesar de sua proximidade com Selina avançar a passos largos em pouco tempo, ele ainda se lembrava de ser apenas o cliente de uma hostess nata.”

♥Livro recebido em parceria com a autora.♥

Anúncios

Um comentário sobre “Resenha: A casa das Hostesses (Déborah Felipe)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s