Resenha: O despertar do lírio (Babi A. Sette)

O Despertar do Lírio

Livro: O despertar do lírio ♥ Autora: Babi A. Sette ♥ Editora: Novo Século

Páginas: 382 ♥ Ano: 2016 ♥ Nota: 5/5 + ♥

Sinopse: Lilian Radcliffe é uma jovem viúva e está feliz com sua vida isenta de emoções. Culpa do luto que não larga? Lilian jurou fidelidade ao marido no leito de sua morte.
Paralelo a isso, conhecemos Simon Thorn, homem frio e libertino, dono da maior casa de jogos de Londres. Ele está a um passo de realizar seu plano de vingança contra o culpado pelo título de assassino que recebera anos atrás. O problema é que o canalha está morto e ele terá de usar a sua viúva recatada a fim de atingir seus objetivos.
De um lado, ela precisa manter sua honra intacta; de outro, ele quer seduzi-la e desmoralizá-la. No entanto, Lilian nunca se sentiu tão vulnerável e atraída por um homem. E Simon, por sua vez, demonstra reações ao lado dela das quais nunca imaginara ter. A vingança e a honra se abalam quando nasce entre ambos uma paixão incontrolável. Mas, para ficarem juntos, terão de enfrentar segredos e mágoas profundas, um castelo trancado há seis anos, palco de uma morte misteriosa e, sobretudo, encarar os fantasmas do passado que assombram suas consciências.

O despertar do lírio é o segundo volume da série flores da temporada, cujo o primeiro é A promessa da rosa. Será bem difícil escrever esta resenha uma vez que meu coração ainda está acelerado devido à emoção que esse livro me causou. Uma vez mais, a Babi conseguiu criar uma histórico romântica, linda, emocionante e arrebatadora, tornando O despertar do lírio sem dúvida um dos melhores livros do ano e da vida.

Lilian Radcliffe sempre teve como centro sua honra. Viúva há três anos de Rafael, ainda veste meio-luto e mantêm-se fiel à memória de seu falecido marido, e considera-se uma mulher feliz, com seu filho pequeno Paul, terras para administrar e o título de Viscondessa. Ao partir para Easton House a fim de ajudar uma amiga, Lilian irá conhecer Simon Thorn, o barão assassino. Este foi acusado por toda sociedade londrina de ter matado sua esposa há seis anos e encontrou forças para seguir em frente agarrando-se a um propósito: vingança.

Simon deseja vingar-se daquele que arruinou sua vida, Rafael Radcliffe. Porém este está morto e após tantos anos o barão resolve focar sua vingança na pessoa mais próximo do finado, sua esposa Lilian. Sua intenção é desonrá-la e desmoralizá-la perante a sociedade. Porém as coisas saem do controle e tanto Simon quanto Lilian irão experimentar sensações inimagináveis quando estão perto um do outro. Ela, uma viúva recata que precisa manter sua honra intacta. Ele, o maior libertino de Londres, que passa a deixar a vingança cada vez mais de lado quando começa a perceber que talvez Lilian seja quela que irá despertar seu coração. Porém, ambos terão que enfrentar diversos obstáculos para ficarem juntos.

O despertar do lírio é um romance de época sensual que traz uma história encantadora de redenção, auto-conhecimento e esperança. Com uma narrativa fluida, singela e romântica somos transportados ao século XIX e nos envolvemos com a história de Lilian e Simon. O desenvolver do romance é espetacular e traz uma carga enorme de emoções ao leitor. Especialmente nas últimas páginas eu chorava, ria ou fazia ambos ao mesmo tempo. Além de ter amado conhecer a este história de amor fiquei encantada em reencontrar os protagonistas de A promessa da Rosa, Arthur e Kathelyn. Estava morrendo de saudades destes personagens tão queridos.

Lilian é uma personagem muito complexa. Ela sempre foi aquilo que a sociedade esperava: uma dama, que só queria casar-se e ter filhos. Uma pessoa calma, que não queria viver grandes aventuras e apaixonar-se, queria apenas sentir-se segura. Porém, ela passa a enxergar que talvez não fosse só isso que ela queria. Que ela desejava sim ser amada e desejada por um homem, que podia ser uma mulher forte e corajosa. Simon é simplesmente apaixonante. Cada vez que eu conhecia mais sobre o passado dele eu ficava com um aperto no coração e ao mesmo tempo encantada com o homem completamente diferente do que era rotulado e com o tanto que ele passou até encontrar novamente a felicidade.

A edição do livro está linda. A começar por essa capa que juntamente com o título diz muito sobre a história. Possui folhas amareladas e bom espaçamento e não me recordo de ter encontrado erros de revisão. Ainda estou meio anestesiada após ter terminado o livro, como eu disse, pois realmente me apaixonei perdidamente por esta história. Se você gosta de romances e de livros que arranquem suspiros ao longo da leitura, O despertar do lírio está mais do que indicado. Uma leitura encantadora que levarei sempre comigo, assim como todos os livros da autora, que tem o dom de nos acalentar o coração com seus tramas tocantes e arrebatadores. Mal posso esperar para realizar a leitura do próximo volume da da série, “Não me esqueças”.

“— Quanto a me… me seduzir, se eu fosse o senhor não perderia seu tempo. Como já deve ter ouvido, eu sou inatingível.”

Anúncios

2 comentários sobre “Resenha: O despertar do lírio (Babi A. Sette)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s