Resenha: O beijo da morte (Judie Castilho)

O beijo da morte

Livro: O beijo da morte ♥ Autora: Judie Castilho ♥ Editora: Chiado

Páginas: 460 ♥ Ano: 2016 ♥ Nota: 4/5

Sinopse: Uma romântica e perigosa história, vivida sob a luz das galáxias.
Uma jovem audaciosa, disposta a tudo por seu amor…
Um homem poderoso, capaz de matá-la só por amar-lhe…
Um povo cruel, que não tem limites em sua luta pelo poder…
A paz entre os planetas ameaçada, como nunca antes…
E o amor pode se tornar a arma perfeita para uma guerra intergaláctica.

Haysla e sua amiga, Violyt, estão iniciando uma nova fase em suas vidas.
Depois de passarem muitos anos na Terra, enfim chegou o dia pelo qual elas tanto esperaram! Elas estão completando 17 anos e ingressando na Academia Frantila, a escola mais disputada do universo.
Mas as coisas não serão fáceis para elas.
A União Universal e seus 16 planetas aliados acreditam estar cada vez mais unidos e poderosos. Porém, uma grande conspiração intergaláctica está se formando. Seus planetas inimigos não querem mais viver à margem do universo. Eles estão em busca de poder e de um elixir que lhes garanta uma longa vida.
Para complicar ainda mais as coisas, Haysla está vivendo um peculiar triângulo amoroso.
De um lado, um amor leve, divertido, tranquilo. Possível.
Com ele, Haysla tem a chance de uma vida segura e feliz.
De outro lado, um amor ardente, avassalador, compulsivo…
Mas impossível.
E para viver este amor, Haysla não temerá consequências… E pode colocar todos em sérios apuros.

O beijo da morte é o primeiro volume da série Sob a luz  das galáxias. Uma fantasia repleta de romance que se passa em cenários espetaculares e que possui personagens cativantes e reais. Um promissor começo que me deixou ansiosíssima para os próximos volumes.

A série Sob a luz das galáxias nos apresenta a um universo em que existem diferentes galáxias e planetas com características físicas e poderes próprios em diversos níveis de domínio. No total, 16 planetas aliados formam a União Universal e existem povos inimigos conhecidos como gafanhotos que devastam os planetas em que habitam e que de tal forma não seguem as regras da União Universal. Decididos a estourar uma guerra tudo que falta para eles é a oportunidade perfeita.

Acompanhamos nesse primeiro livro, Haysla e Vyolet que estão para começar seus estudos na Academia Frantila, a melhor de todo o universo. Tudo é muito novo para ambas que viviam há 9 anos no planeta Terra e morar em Frantila marca um novo período em suas vidas. Logo no primeiro dia na Academia Haysla conhece Beijamin: um jovem lindo que atrai de cara sua atenção. Porém, o maior empecilho para tal relacionamento não é o fato de ele ser seu professor, mas sim o fato de que seu beijo pode matá-la. Em contrapartida conhece Keynel, que com seu jeito encantador conquista Haysla e é capaz de oferecê-la um relacionamento feliz e seguro. Logo, a protagonista se verá no meio de um triângulo amoroso mais perigoso do que ela jamais poderia sonhar, pois ela não medirá forças para alcançar o que deseja.

O livro é narrado em terceira pessoa, o que permite uma visão ampla da história sob diversos pontos de vista, ainda que acompanhemos majoritariamente o enredo pela vista de Haysla. A narrativa da autora é muito boa, de forma que as quase quinhentas páginas passaram num piscar de olhos. O que mais me encantou nesse livro sem dúvida fora a construção de mundo. É tudo muito convincente e encantador. A maneira como os cenários são narrados, tudo detalhadamente é incrível.

Haysla é uma personagem contraditória. Eu achei incrível sua determinação e sua independência, mas seu jeito egoísta me irritou bastante, principalmente na maneira como ela tratava Beijamin e Keynel. Ambos os mocinhos são maravilhosos o que torna até difícil escolher um time, porém a ideia de um amor proibido entre Beijamin e Haysla me encantou desde o início e me fez torcer por eles. Gostei muito da Vyolet e de outros personagens secundários como o Donak. No geral, todos os personagens forma muito bem trabalhados pela autora.

Nem preciso falar nada da capa desse livro, simplesmente linda. Acho que ela traduz perfeitamente a aura da história. Em relação a diagramação eu não gostei muito dos espaços que existem no texto, mas não foi algo que atrapalhou a leitura. Se você busca uma fantasia/ ficção científica repleta de intrigas e romance, O beijo da morte está indicadíssimo, especialmente se você curte triângulo amoroso, tema bastante presente no livro. Ele foi um ótimo início pra série, nos iniciando no universo de Sob a luz das galáxias. Mal posso esperar por À sombra do perigo, próximo volume da série, pois tenho certeza que irei gostar ainda mais.

Isso é muito bom. Eu odeio dividir o foco de sua atenção com os outros.” Haysla confessou.

Beijamin não conseguiu segurar seu sorriso.

Você sabe muito bem, Hay, que é sempre você o foco total da minha atenção.” 

Era a vez de Haysla não conseguir segurar seu sorriso.”

♥ Livro cedido em parceria com a autora.♥

Anúncios

Um comentário sobre “Resenha: O beijo da morte (Judie Castilho)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s