Resenha: Querubins: A sentença da espada (Martha Ricas)

Querubins

Livro: Querubins: A sentença da espada ♥ Autora: Martha Ricas ♥ Editora: Novo Século

Páginas: 239 ♥ Ano: 2015 ♥ Nota: 5/5

Sinopse: Uma guerreira do céu; Uma dama vitoriana; Uma guerra invisível.

Querubins, a sentença da espada é um relato em duas vozes: a da querubim Chaya, enviada a uma vila celta pré-cristã e que não vê no homem um ser especial, mas com um espírito guerreiro que não a deixa fugir de uma batalha, e a de Mary Grace, uma donzela da Inglaterra vitoriana atormentada por visões que não consegue desvendar.Ambas as tramas se desenlaçam por caminhos intrépidos e podem estar mais ligadas do que imaginam. Garota e querubim podem e precisam mudar o mundo em épocas diferentes. Seguindo os mesmos passos por cenários deslumbrantes e segredos cada vez mais profundos, elas o farão querer embarcar nas intrigas palacianas e nas batalhas angelicais. Recheada de paixão, mistério, ação e intrigas políticas, a trama é tão perturbadora quanto fascinante

A sentença da espada é o primeiro volume dessa série de Fantasia que promete grandes emoções. Entrelaçando duas Inglaterras diferentes, uma Celta e uma Vitoriana, a autora criou um enredo avassalador com personagens fortes. Tudo isso enlaçado por um estilo narrativo único; rebuscado e ao mesmo tempo fluido, que nos faz devorar o livro e ansiar pelo próximo.

Uma guerra invisível assola a Terra desde tempos muito remotos. Uma guerra entre anjos e demônios, entre o bem e o mal. E nessa guerra cada um tem um papel a desenvolver. Chaya, é uma querubim com espírito guerreiro que já esteve em incontáveis batalhas. Nunca considerou os humanos especiais, até que ela é enviada em uma missão de inserção para a aldeia celta de Kernev, no século V a. C. Lá irá conhecer Vougan, um estalajadeiro de longas barbas trançadas e ele, assim como os demais moradores da aldeia irão ensinar valiosas lições a ela.

Mary Grace, por outro lado, vive na Inglaterra vitoriana e é uma jovem melancólica atormentada por visões do mundo espiritual. Porém, ela não está sozinha. Na academia de Artes ela conhece o belo Anton, um jovem talentoso que compartilha com Mary o dom da visão. Juntos eles irão desvendar mistérios que se desenrolam desde tempos remotos e que envolvem diretamente ambos e suas famílias, colocando-os como peças fundamentais nessa guerra há muito travada.

A sentença da espada é narrado em primeiro pessoa e possui os capítulos alternados entre as histórias de Chaya e Mary. A narrativa da autora é incrível: é rebuscada o que nos remete há épocas antigas, mas ao mesmo tempo é fluida. O enredo que ela criou é incrível, especialmente a maneira como ela cruza as histórias que num primeiro momento parecem ser tão diferentes. Um tema que poderia soar batido, tornou-se único e incomparável.

Chaya é uma personagem fortíssima. Ela uma guerreira e faz de tudo por seus objetivos. E é incrível ver como ela muda ao longo do livro; seu convívio com os humanos a faz mudar de ideia em relação a eles, faz com que ela entenda-os melhor, seus sentimentos e aflições. Mary é uma personagem melancólica, que passa boa parte do tempo a lamentar. Mas também foi muito bom ver a evolução dela. Com a ajuda certa, tornou-se uma jovem forte disposta a cumprir a missão que lhe foi dada. Vougan é encantador e é impossível não sentir empatia por ele e por sua história de vida; um homem com um coração puro e disposto a fazer de tudo para ajudar aqueles que precisam. Anton é misterioso e apesar de ter tido um pé atrás com ele durante boa parte do livro, ao final me encatei completamente por ele.

Acho essa capa linda, pra mim ela combina bastante com a história. A diagramação está muito boa e não me recordo de encontrar erros de revisão. Querubins é uma fantasia inovadora e cativante, que me deixou encantada e ansiosa demais pelo volume dois. Então, se você procuram um livro surpreendente,  Querubins está mais do que indicado.

“Não cabe a nós, querubins, questionarmos. Fazemos o que tem de ser feito. Não importa se é bonito ou horripilante. Use suas escolhas e encargos com sabedoria, o abismo está um passo ao lado, sempre aprendemos.” 

♥Livro cedido em parceria com a autora.♥

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s