Resenha: Raízes de luz (Débora Knittel e Érica Falcão)

Raízes de Luz

Livro: Raízes de Luz ♥ Autoras: Débora Knittel e Érica Falcão ♥ Editora: Solisluna

Páginas: 296 ♥ Ano: 2017 ♥ Nota: 4/5

Sinopse: A saga de Holly Crane continua neste último livro da trilogia Eclipse da Lua Azul. Desta vez, ao lado de Maiara, Holly terá que superar seus medos e acreditar em sua força interior para libertar seu amor, o anjo Celino, da escuridão em que se encontra prisioneiro. A temperatura da Terra subiu 0,5 ºC em menos de 48 h. Se continuar a aumentar, os seres vivos do nosso planeta não sobreviverão. Holly e seus amigos poderão evitar essa catástrofe? Nessa jornada, Holly e Maiara seguem com os reis Kami e Atiara, para se reunirem com os elfos da Amazônia. Lá irão conhecer a próxima missão dos escolhidos dos quatro elementos. A união dos poderes de Holly, Maiara, Kami e dos seres de luz poderá libertar o anjo Celino e o Planeta Terra, de uma vez por todas, das trevas?

Raízes de luz é o volume de conclusão da trilogia Eclipse da Lua Azul. E que conclusão! Um livro emocionante, com muitas reviravoltas e um final que me deixou de boca aberta.

Atenção: Essa resenha pode conter spoilers dos livros anteriores. Para conferir a resenha do primeiro volume clique aqui, e do segundo, aqui.

Nesse volume, as trevas cada vez mais avançam rumo à destruição da humanidade. Lavínia está no comando e tem sob seu poder o anjo Celino, que luta contra a influência da seiva do mal que corre em suas veias. Para deter Lavínia e as trevas e salvar Celino, Holly, Maiara e Kami precisarão partir ao encontro dos elfos da Amazônia, onde terão conhecimento de sua próxima missão, que decidirá o futuro da humanidade.

Raízes de luz me surpreendeu muito. Já no começo somos apresentados a uma reviravolta na história, que é seguida de diversas outras. Ele possui uma narrativa fluida, que aliado à trama bem construída e dinâmica, permite que a leitura seja concluída rapidamente. Uma das coisas que mais gostei nesse livro, sem dúvidas, foi a valorização da cultura brasileira. Por se passar na Amazônia, encontramos velhos amigos do folclore, como o Curupira, e isso é incrível pois nos aproxima do nosso próprio legado cultural, que muitas vezes é pouco explorado pela literatura nacional.

Eu acredito que os personagens amadureceram muito no decorrer da trilogia. Holly precisou enfrentar seus medos e criar coragem para salvar as pessoas que ama. Maiara precisou conhecer mais de si mesma e a extensão de seus poderes para concluir sua missão e o que o destino havia preparado para ela. Kami precisou pensar em sua família e no reino para garantir a segurança de todos. E Celino precisou se manter firme para garantir que sua essência angelical não fosse corrompida pelas trevas.

A edição desse livro é incrível como a dos anteriores. A folha é de ótima qualidade e com uma diagramação confortável. A capa é linda e combina demais com a história. Raízes da luz deu um desfecho digno para essa série que se tornou tão especial para mim. Embora o final tenha partido meu coração, eu entendi que era o necessário a ser feito. Eu indico a trilogia Eclipse da luz azul para todos que gostam de fantasia e que queiram ver o nosso folclore muito bem representado.

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s